Os gêmeos pagodeiros Vavá e Márcio foram expulsos de um show que faziam em Caruaru, interior do Pernambuco, no último sábado (7). No palco, os músicos reclamaram da qualidade do som e sublinharam que não havia retorno de suas vozes.

De acordo com o site UOL, os dois demonstraram sua insatisfação diversas vezes e chegaram a paralisar o show. O dono do local onde os irmãos se apresentavam não se agradou com os comentários e atitudes e convidou os artistas a se retirarem.

Um vídeo mostra o momento em que o dono da casa de shows pede que os artistas se retirem. Nas imagens, ele pega um microfone enquanto a dupla ainda está no palco e diz que, naquele dia, outras bandas também se apresentaram e usaram o mesmo equipamento.

“Os caras já não têm mais voz e colocamos o som no talo, por isso que está apitando”, disse; “Agora esses caras ‘chapados’ em dima do palco, que chegaram com uma hora de atraso, vêm humilhar minha casa. Não humilha, não. Desde do palco, por favor. A casa é minha e eu peço para vocês se retirarem”, continuou.

Pronunciamento

Somente nesta terça-feira (10) os músicos se pronunciaram. Em um vídeo no Instagram, explicaram que naquela noite fariam três shows e o de Caruaru seria o último. “Ele [o contratante] sabia do nosso atraso e em vez de nos colocar logo em cima do palco, não, ele deixou a gente dentro do camarim mais de duas horas, atendemos mais de cem pessoas, e ele não chegava com o restante do cachê. Segurou a gente até onde pôde”, afirmou Vavá.

Márcio bateu na tecla do retorno da voz. “Eu não estava me ouvindo. Fica impossível. Quem trabalha no meio da música sabe que sem o retorno é impossível. Foi esse o nosso pedido”, sublinhou o artista. (com informações do UOL)

1 Visitas hoje!
12 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui