Um torcedor do Goiás de 34 anos foi executado com tiros de pistola no final da noite de sábado (5), em um bar no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia. Apesar de o crime ter sido praticado horas após a partida entre Goiás e Vila Nova, a suspeita inicial é que a motivação não tenha relação com a rivalidade das torcidas.

De acordo com a ocorrência registrada pela Polícia Civil, Leonardo Albuquerque Costa, mais conhecido como “Gaguim”, estava no Bar do Noé, que fica na Alameda Botafogo, esquina com a Rua 1001, quando, pouco antes da meia noite, o homem que estava bebendo com ele na mesma mesa se levantou, sacou uma pistola calibre nove milímetros, e disparou pelo menos seis vezes. Atingido na cabeça, peito e pernas, Leonardo morreu antes mesmo da chegada do socorro médico.

Testemunhas relataram aos policiais que atenderam a ocorrência que o autor dos disparos, que fugiu correndo a pé, é conhecido como Mohamed. No local do crime, uma mulher contou aos agentes que vítima e autor eram amigos, foram juntos para o jogo do Goiás ontem, mas na semana passada teriam trocado agressões em decorrência de uma dívida de drogas. Na ocasião, ainda conforme o relato desta testemunha, Leonardo teria quebrado uma cadeira nas costas de Mohamed.

Segundo a polícia, Leonardo respondia a dois processos por tráfico de drogas, e outro por receptação. Desde a madrugada, agentes da Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) fazem buscas à procura do autor dos disparos.

1 Visitas hoje!
74 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui