A noite desta quarta-feira (13) foi violenta na região metropolitana de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil (PC), foram registrados, entre as 20 e 23 horas de ontem, cinco homicídios em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis. Todos as vítimas foram mortas a tiros e tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

O primeiro caso aconteceu por volta de 20 horas no Conjunto Planície, em Aparecida de Goiânia. Segundo a PC, Paulo Ricardo Lima de Jesus e Dennys Candido dos Santos foram mortos a tiros em frente de casa enquanto conversavam.

Testemunhas disseram para a polícia que Dennys estava dentro da casa conversando com o amigo que estava na porta, em cima de uma bicicleta, quando ouviram os disparos. Paulo Ricardo estava com perfurações de arma de fogo na cabeça e no quadril, enquanto Dennys foi alvejado com três disparos na região do tórax e cabeça.

Familiares disseram que a motivação do crime poderia ter relação com o tráfico de drogas. Conforme apurou a corporação, Dennys tinha passagens por associação criminosa, já Paulo Ricardo não tinha antecedentes criminais. Equipes do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) estiveram no local para colher as informações e iniciar as investigações. Familiares das vítimas serão ouvidas durante a semana para que a polícia tente chegar no autor do duplo homicídio.

2º Caso em Anápolis 

Um pouco mais tarde, por volta de 22 horas, equipes do GIH foram acionadas por conta de um homicídio no bairro Recanto do Sol, em Anápolis. De acordo com a PC, Felipe Graziani Alves dos Santos foi alvejado com quatro disparos de arma de fogo, supostamente por dois indivíduos que estavam numa moto.

A mãe da vítima compareceu no local até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que constatou a morte do rapaz. Felipe tinha dois mandados de prisão em aberto pelos crimes de roubo e tráfico de drogas.

3° Caso em Goiânia

Por último, um duplo homicídio foi registrado no Setor Centro Oeste, na capital. Segundo a corporação, Hyrun Alexsander Pereira e Marcelo Pereira de Souza foram mortos com vários disparos de pistola 9 milímetors dentro de um sobrado que, supostamente, funcionava como um ponto de comercialização de drogas.

Testemunhas disseram aos policiais que viram quatro pessoas saindo do local e entrando em um veículo prata que estava estacionado na esquina da Rua B. A PC informou que no dia 19 de abril, Hyrun Alessander foi vítima de uma tentativa de homicídio no mesmo bairro, quando ele morava com a avó. Os dois tinha várias passagens pela polícia pelos crime de tráfico de drogas, roubo e receptação.

1 Visitas hoje!
16 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui