Uma pedagoga de 26 anos foi encontrada morta dentro de casa após ficar desaparecida por quatro dias em Teresina (PI).

Magna Ferreira da Silva estava com diversas perfurações e com uma faca ainda cravada no corpo.

Magna morava sozinha nesta casa. A jovem era recém-formada em pedagogia e vendia lanches em casa, como bolos, salgados e caldo de cana.

A jovem foi vista na terça-feira (12) em um bar. Mais tarde, ela realizou uma festa privada em casa na companhia de alguns rapazes. Depois disso, ela desapareceu.

Na quinta-feira (14), o namorado dela foi até a casa e conversou com vizinhos, relatando que não tinha mais notícias dela.

No sábado (16), vizinhos acionaram a polícia porque sentiram um cheiro muito forte vindo da casa. Lá, encontraram o corpo de Magna em avançado estado de decomposição.

Magna Ferreira da Silva, de 26 anos

De acordo com a polícia, a jovem tinha diversas marcas de facadas e uma faca ainda cravada no corpo.

A Delegacia de Homicídios está investigando o caso.

Segundo o delegado responsável, Magna teve relações sexuais antes de morrer, mas ainda não se sabe se o sexo foi consensual.

Já se sabe que o assassino tinha a cópia da chave da casa de Magna.

O namorado da vítima já prestou depoimento, porém, ele não é considerado suspeito.

A polícia trabalha na identificação dos convidados da festa para chegar ao autor do crime.

Magna era natural de Amarante, distante 150 km de Teresina.

1 Visitas hoje!
39 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui