Um jovem foi assassinado a tiros em Nerópolis, Região Metropolitana de Goiânia, na madrugada desta segunda-feira (6). Jhonatas da Silva, de 31 anos, estava com uma mulher, sobre uma moto, quando foi atingido pelos disparos. Até o momento, ninguém foi preso. Segundo a titular da cidade, Azuen Magda Albarrello, o crime aconteceu por volta das 1h30 da manhã em frente a um bar, no Parque das Américas.

A garota, que não teve a identidade divulgada, relatou à delegada que eles estavam em outro bar e que, após um troca de olhares, passou seu telefone para a vítima, que era moradora de Nova Veneza, município a 13 quilômetros do local do crime.

“Ela destacou que estava sem o celular e foi para a casa. Após chegar, viu que já tinha uma mensagem no celular, na qual a vítima pedia que ela se encontrasse com ele novamente. Após isso, ela disse que pediu para ele ir buscá-la e ficaram na frente deste bar”, conta.

Conforme explica a titular, os dois conversavam sobre a moto e, em um determinado momento, ela ouviu um tiro e viu a vítima cair no chão. “Ela destacou que pensou se tratar do estouro de uma bombinha, mas sentiu um peso a menos da moto. Ao olhar para trás, ela viu a vítima e escutou mais um disparo, mas não conseguiu ver a face do autor ou verificar quantas pessoas eram”, destaca.

Ainda segundo Auzen, a garota destacou que foi amparada por populares que relataram que viram dois homens em uma moto, mas a mesma não confirma. A delegada conta que alguns depoimentos já foram colhidos, principalmente de familiares da vítima. Uma das suspeitas poderia ser um ex namorado da garota, mas a mesma confirmou que teve um relacionamento tranquilo e que foi encerrado há cinco meses. Segundo a delegada, a testemunha destacou que não se envolveu com ninguém desde que mudou para a cidade.

“Não descartamos nenhuma linha de investigação, mas estamos apurando uma possível ligação com o tráfico de drogas. Estamos apenas no início de investigação. Ainda não sabemos se a vítima tinha passagens pela polícia e quantos tiros que a atingiu pois aguardamos o laudo do IML”, ressalta.

1 Visitas hoje!
18 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui