Criminosos armados agiram novamente na tarde desta segunda-feira (26), na BR-040, que leva Minas Gerais até Cristalina, a 288 quilômetros de Goiânia. Quatro funcionários da empresa transportadora de valores não foram feridos na ação que explodiu um carro forte, segundo as informações iniciais. Polícia Rodoviária Federal (PRF), além de Polícia Militar de Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal fazem trabalho integrado para encontrar bandidos, que fugiram rumo ao Estado mineiro. Uma aeronave de Brasília foi usada nas buscas.

Carro forte explodido em Cristalina é o terceiro caso parecido só neste ano na mesma região (Foto do leitor)

Carro forte explodido em Cristalina é o terceiro caso parecido só neste ano na mesma região (Foto do leitor)

Segundo o que informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Brasília, os bandidos estariam em pelo menos três veículos, sendo eles um jeep e outros dois carros de passeio, de placas não anotadas pelas testemunhas. Seis criminosos aproveitaram uma descida, no meio da rodovia, para atuarem. Segundo as autoridades, a ação durou 15 minutos, e o grupo de bandidos portava fuzis e pistolas. Segundo as testemunhas, pelo menos quatro cargas explosivas foram usadas para que os criminosos conseguíssem o resultado.

As primeiras informações surgiram a partir do compartilhamento de policiais da região com outras forças de segurança pública. “Senhores, estouro de carro forte na BR-040”, avisa um dos policiais militares de Goiás aos colegas de farda do Estado através de mensagens instantâneas. Este não é o primeiro ataque a carro forte em Cristalina em 2018.

Em março, um grupo de criminosos agiu no mesmo ponto da rodovia, e conseguiu fugir com coletes à prova de balas, armas e todo o valor que havia no interior de um carro forte. Nenhum dos vigilantes da empresa foi ferido. As investigações apontaram que os criminosos, à época, saíram de Paracatu-MG, com destino a Goiás, para que cometessem o crime com uso de explosivos desviados de pedreiras.

1 Visitas hoje!
95 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui