O Twitter pediu nesta quinta (3) a seus mais de 330 milhões de usuários que mudem suas senhas, depois que uma falha fez com que algumas delas fossem armazenadas em texto em seu sistema interno de computadores.

A rede social disse que consertou a falha e que uma investigação interna não encontrou senhas que foram roubadas ou usadas por pessoas de dentro, mas pediu a todos os usuários que considerem a mudança de suas senhas por cautela.

O Twitter sugere precauções como a ativação do serviço de autenticação em dois fatores, para ajudar a impedir que contas sejam sequestradas.

O blog do Twitter não informou quantas senhas foram afetadas. Mas uma pessoa familiarizada com o assunto disse que o número era substancial e que elas foram expostas por vários meses.

De acordo com a pessoa, a empresa descobriu a falha há algumas semanas e informou reguladores.
“Lamentamos muito que isso tenha acontecido”, afirmou o Twitter em seu blog.

A falha está relacionada ao uso por parte da empresa de uma tecnologia conhecida como “hashing”, que mascara as senhas quando um usuário as digita, substituindo-as por números e letras, de acordo com o blog.

Um bug fez com que as senhas fossem escritas em um registro interno do computador antes que o processo de hashing fosse concluído.

Recomendações de segurança

* Se você usa a mesma senha do Twitter em outros sites ou redes sociais, deve trocá-la

* Use uma senha que você não usa em outros locais

* Ative a verificação do login, também chamada de de autenticação de dois fatores

* Use um gerenciador de senha para garantir senhas fortes (não óbvias e que misturam letras, números e caracteres especiais)

1 Visitas hoje!
7 Total de visitas!
COMPARTILHAR

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui