Após um mês de investigação, policiais do Grupo Antissequestro – GAS/DEIC, prenderam em flagrante Sannan Yamazaki Junior, sua esposa Andrea Rodrigues Segger e o motoboy Antônio Vicente da Silva, este foragido do sistema prisional, no momento em que eles recebiam cartões de créditos verdadeiros, obtidos de forma fraudulenta, de uma instituição financeira.

Com dados de clientes de “alta renda”, em regra executivos de empresas multinacionais, os três suspeitos conseguiam burlar o sistema bancário e solicitar cartões de crédito em nome desses correntistas, obtendo cartões com limites aproximados de R$ 400 mil cada. Foram apreendidos em poder dos autores quatro cartões cujos limites somados ultrapassam o valor de R$ 1,2 milhão.

Segundo os investigadores, o trio alterava o endereço de entrega por telefone e o recebia no local indicado, em Goiânia. “Por se tratarem de clientes de alto padrão, com movimentações financeiras grandes, os bancos acharam as alterações de endereço incompatíveis com o perfil do correntistas. A partir disto, eles acionaram a polícia”, disse a delegada Mayana Rezende.

Segundo a delegada, Sannan e a esposa conseguiam informações privilegiadas de correntistas e solicitavam a segunda via por meio da central de relacionamento do banco. O casal, então, contava com a ajuda do motoboy que era responsável por buscar os cartões nos locais e entregá-los para a dupla. O trio foi preso nesta terça-feira (17), minutos depois da entrega de um dos cartões de crédito que era rastreado pela polícia.

1 Visitas hoje!
COMPARTILHAR

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui