Matheus Dias da Silva, de 19 anos, foi morto com sete tiros no início da madrugada de terça-feira, 8, quando a casa da namorada dele, na Avenida Belém, na Vila João Vaz, em Goiânia, foi invadida por homens armados. A jovem disse que eram pelo menos dois homens que chegaram atirando. Ela saiu correndo do local e não foi ferida. O irmão de Matheus contou para a Polícia Civil que ele e a vítima eram ameaçados de morte por um grupo de rapazes que os culpavam pela morte de um casal de amigos há poucos dias.

Uma perícia no local do crime pode esclarecer quantas pessoas foram ao local e quantas armas foram utilizadas para matar a vítima. A delegada Ana Cláudia Stoffel, da Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) esteve no local fazendo os primeiros levantamentos do caso. Matheus usava tornozeleira eletrônica e era detento do regime semiaberto.

O Popular

1 Visitas hoje!
18 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui