O governador José Eliton anunciou neste último dia 19/06, em audiência publica em que recebeu integrantes do ​​Sintego, que o Governo de Goiás​ irá cumprir o reajuste do piso nacional dos professores a partir da folha de agosto, beneficiando 20.170 educadores ​da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte. Atualmente o governo de Goiás já paga salários base (para professores PI, PII, PIIi e PIV 40 horas) acima do piso nacional​ de 2018​ que é de R$ 2.455,35.

​Durante o lançamento do +Educação, em abril, o governador já havia garantido o pagamento do Piso Nacional de Professores para este ano. Não ocasião, o governador José Eliton assegurou: “Piso não se discute, se paga. Nós devemos valorizar o professor e o governo do Estado de Goiás vai pagar o piso da educação”.​

Hoje, ao anunciar o reajuste em cumprimento ao piso nacional do professor, ele se disse “sensível às causas dos professores” e falou do esforço que tem feito para manter as contas em dia. “Trabalhamos com muita correção e chegamos a um bom termo”, disse referindo-se ao diálogo e às negociações com a categoria da educação. ​

​Na audiência​ desta terça, 19/6, no Palácio das Esmeraldas​​,​ o governador José Eliton e o secretário​ ​Marcos ​das ​Neves anunciaram que o reajuste​ de 6.81%​ será retroativo ao mês de janeiro de 2018 para professores dos níveis I e II; e retroativo a julho de 2018 para os de níveis III e IV. Nos dois casos, os valores resultantes da diferença serão pagos, de forma parcelada, até o mês de dezembro.

Em 2017, foram concedidos reajustes de 7,64% para efetivos, 21% para servidores administrativos e de 34% para professores temporários. “O pagamento reajuste do piso salarial é fundamental para promover equidade e resolver uma distorção histórica entre os salários dos professores e de outras categorias”, disse o secretário Marcos das Neves .

“Agora os professores irão, de fato, ter o reajuste do piso salarial. Isso é uma grande vitória”, afirma a representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação, Iêda Leal. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação em Goiás (Sintego), Bia de Lima, disse que o governador José Eliton foi sensível ao atender a demanda da educação. Ele agradeceu o apoio do Governador e a abertura para o diálogo com o sindicato iniciada pela ex-secretária Raquel Teixeira, continuada por Marcos das Neves.

Bia entende que cumprir a Lei do Piso é crucial​ para a valorização da carreira da educação​. “O Piso significa a valorização do professor e traz estímulos para o aprimoramento profissional”​, concordou a professora Maria Valdirene Moreira Nascimento, da equipe de Tutoria da Seduce. ​Gestão Democrática

Durante a audiência​, o governador José Eliton reafirmou a disposição d o governo em manter a gestão democrática nas escolas da rede estadual de educação lembrando ​ que ​a eleição para diretores das unidades ​está em andamento. O pleito geral será no dia 26/6. José Eliton também determinou aos secretários Marcos das Neves e Manoel Xavier​ ( Fazenda)​, que estudem o pedido ​feito pelo Sintego ​para que seja feita a correção da tabela salarial dos servidores administrativo​s​ da Educação.

Valorização permanente
​​​Cumprir o piso nacional de professores é parte fundamental da política do governo de Goiás de valorização constante dos servidores da Educação. Ao longo dos últimos anos, a Seduce ampliou seus programas pedagógicos e também o investimento no plano de carreira dos professores. Como resultado, hoje praticamente 100% dos professores têm curso superior, índice que era de 27% em 1999. ​

Em junho de 2017, o Governo de Goiás implantou um pacote de melhorias e benefícios considerado marco histórico para a rede pública estadual, garantindo 7,64% de reajuste salarial para efetivos; 21% de reajuste salarial para servidores administrativos; 34% de reajuste salarial para professores temporários; gratificação de R$ 2 mil aos professores de escolas de tempo integral; e criação de auxílio-alimentação de R$ 500 para todos os servidores.

Dentro do programa Goiás na Frente, o governador José Eliton destinou R$ 510 milhões para investimento nas áreas de educação, cultura e esporte. O Goiás na Frente Educação tem garantido reformas e ampliações de escolas e quadras esportivas; a construção de Escolas Padrão Século 21; implantação de Escolas de Tempo Integral; melhoria no transporte escolar; a implantação de programas pedagógicos como o Aprender+, Goiás + Enem e outros avanços na educação no Estado.

Benefícios aos servidores da Seduce
– Está em andamento o concurso público para professor nível III. São 900 vagas distribuídas em 59 municípios do Estado de Goiás;

– Em junho de 2017, o governo estadual concedeu 7,64% de reajuste salarial para professores efetivos; 21% de reajuste salarial para servidores administrativos; 34% de reajuste salarial para professores temporários; gratificação de R$ 2 mil aos professores de escolas de tempo integral; e criação de auxílio-alimentação de R$ 500 para todos os servidores;

– Numa iniciativa pioneira, a Seduce realiza desde o início do ano entrega de computadores para uso pedagógico e nas salas dos professores. Já foram entregues mais de 2 mil equipamentos e a meta é alcançar todas as unidades da rede estadual, dentro do Plano Estadual de Inovação e Tecnologia na Educação. Serão seis computadores por unidade, totalizando 7.5 mil máquinas;

– O Plano Estadual de Inovação e Tecnologia prevê também a capacitação de 1.171 servidores públicos;

– + Segurança: ampliação da Patrulha Escolar em todo o Estado;

– Em 2000 foi criada a escola Padrão Século 21. Até 2017, foram inauguradas 24 escolas neste modelo. Em 2018, já foram inauguradas 16 escolas Padrão Século 21. Outras 34 unidades estão em construção e 17 estão sendo licitadas;

– Criação do Aprender+, material pedagógico complementar de apoio ao trabalho do professor, que amplia e sistematiza conhecimentos em Língua Portuguesa e Matemática. Já foram distribuídos 1 milhão e 700 mil volumes do Aprender+ a todas as séries da rede estadual;

– Inédito no Brasil, o Goiás Enem é um programa criado em 2015 pela Seduce com o objetivo de reforçar o preparo dos alunos da rede pública estadual para o Exame Nacional do Ensino Médio. Desde que foi lançado o projeto fez tanto sucesso entre os alunos que as vagas precisavam passar por sorteio. Neste ano, o governador José Eliton anunciou a ampliação do programa, que passou a se chamar Goiás + Enem e agora oferece 40 mil vagas em todas as regionais do Estado. Resumindo, a abrangência este ano é sete vezes maior do que a última edição.

– De acordo com o MEC, com o reajuste de 6,81%, o Piso Salarial Nacional dos Professores 2018 é de R$ 2.455,35 (40 h;

– Salários dos Professores da Seduce antes do reajuste de 6.81% : Professor PI – R$2.604,93 (40h) Professor PII – R$2.683,33 (40h) Professor PIII – R$3.520,77 (40h) Professor PIV – R$3.969,60 (40h)

Obs.: Os valores correspondem ao salário-base. Os professores têm acrescidas as vantagens pessoais mais o Auxílio Alimentação de R$ 500,00.

Comunicação Setorial Seduce

1 Visitas hoje!
16 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui