A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (DECAR) deflagrou, na tarde de sábado (30), a Operação Mercúrio, que culminou com a prisão de quatro pessoas e a recuperação de 15 toneladas de gêneros alimentícios.

Thiago Braz de Lima, Renata Gomes Botelho Martins, Adriano Pereira da Silva e Carlos Alberto de Sousa foram presos enquanto descarregavam uma carreta em um imóvel situado no setor Santos Dumont, em Goiânia.

No momento da abordagem, Thiago tentou fugir, lançando um veículo contra os policiais, os quais repeliram a injusta agressão. Thiago acabou sendo baleado e socorrido ao Hugol, onde passou por cirurgia, sendo posteriormente transferido a carceragem.

Chamou a atenção dos policiais o fato de que Carlos havia sido contratado como motorista pela empresa vítima para levar a carga de Hidrolândia até Fortaleza, contudo forjou um roubo, alegando que foi abordado por criminosos na cidade de Uruaçu. O motorista confessou  que vendeu a carga por R$ 11 mil reais ao bando. Carlos teve ainda seu caminhão, que transportava a carga, apreendido pela DECAR.

A associação criminosa já estava sendo investigada por outros três crimes ocorridos em 2018, nas cidades de Piracanjuba, Luziânia e Cocalzinho, todos tendo como alvo gêneros alimentícios.

Foram apreendidos ainda uma arma de fogo no calibre 12, munições, 3 veículos e um jammer, equipamento utilizado pelos criminosos para bloquear sinais de localização de veículos e cargas.

Thiago, Renata e Adriano foram autuados por associação criminosa armada e receptação qualificada, sem prejuízo dos demais crimes que já vinham sendo investigados. Já Carlos foi indiciado por furto qualificado.

Contando com essa apreensão, mais de 50 toneladas de produtos roubados e furtados pela associação criminosa foram recuperados pela DECAR, superando a cifra de 1 milhão de Reais.

Fonte: Polícia Civil

1 Visitas hoje!
10 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui