Um homem, identificado pela Polícia Civil como Cícero de Almeida Leite, de 63 anos, é procurado depois de um crime contra a namorada, em Orizona, a 130 quilômetros de Goiânia. Depois de ter fogo ateado ao corpo, Rita Alves Barbosa, 63, percorreu cerca de dois quilômetros da fazenda que moravam juntos até o povoado de Buritizinho. Ela contou a testemunhas e socorristas que o namorado havia chegado bêbado em casa, e sido o responsável pelos ferimentos. O crime aconteceu na segunda-feira (2).

“Ela estava muito ferida, e chegou a contar para as pessoas que ele foi o autor do crime. As equipes da Polícia Militar fizeram patrulhamento, mas ele já havia fugido. Buritizinho fica há sete quilômetros da cidade, e a fazenda que a situação aconteceu, fica a cerca de mais dois mil metros”, disse o sargento Claudio Poloniatto.

A mulher foi atendida por socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que encaminharam ela ao Hospital e Maternidade São Pio X, no Centro da cidade. Pela estrutura do hospital e gravidade dos ferimentos, a idosa teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), na região noroeste de Goiânia.

As últimas informações davam conta de que a idosa estava em estado grave, e respirava com ajuda de aparelhos. A Polícia Civil informa o número de denúncia anônima 197, para auxiliar às investigações.

1 Visitas hoje!
24 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui