Quatro dias depois de se casar, na última quarta-feira (4), Ravindra Singh, de 30 anos, foi encontrado morto em casa, no vilarejo de Mukimpur, no estado de Bihar, na Índia. A suspeita de cometer o assassinato é a esposa dele, Sinki Devi, de 23 anos. Ela confessou o crime e justificou a atitude pelo fato de ter sofrido com uma “dor de cabeça terrível”.

Como conta o iG, o caso foi denunciado pela mãe da vítima. Bhagwati Kunwar, que morava com o casal. Ela ouviu gritos e decidiu bater na porta do quarto do casal para verificar o que estava acontecendo. Segundo relato à polícia, Kunwar teria ficado mais de dez minutos batendo na porta até que Devi a deixou entrar.

Ao abrir a porta, a mãe viu oseu filho deitado em uma poça de sangue. Ela pediu ajuda de familiares e vizinhos para levaram o homem ao hospital mais próximo. Singh não resistiu aos ferimentos e foi declarado morto assim que chegou à unidade de saúde.

Devi foi presa e acusada do homicídio. Ela teria cortado o corpo do homem antes de golpear a sua garganta com uma foice.

De acordo com um porta-voz da polícia, a recém-casada parecia “extremamente calma” logo após a trágica morte do marido.

1 Visitas hoje!
17 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui