A mulher e o filho do médico Denirson Paes da Silva, encontrado esquartejado em um poço no condomínio onde vivia na cidade de Camaragibe, no Grande Recife, foram presos temporariamente na tarde desta quinta-feira (5/7) suspeitos de envolvimento no crime.

A farmacêutica Jussara Rodrigues Silva Paes, 54, e o filho, o engenheiro civil Danilo Paes, 23, são acusados de homicídio. “Não tenho dúvidas do envolvimento dos dois”, disse Carmem Lúcia, delegada responsável pelo caso.

Pai e Filho

O sumiço do médico estava sendo investigado desde o mês passado. No dia 20 de junho, a esposa registrou um boletim de ocorrência no qual afirmava que a vítima tinha feito uma viagem para o exterior e não havia retornado. Contudo, a delegada duvidou da versão e solicitou um mandado de busca e apreensão no local onde a família morava.
Para os investigadores, há indícios suficientes do envolvimento dos dois na ocultação do cadáver de Denirson, encontrado na quarta-feira (4) dentro de um poço na residência. Agora, eles querem entender a motivação de cada um deles em participar do assassinato. De acordo com depoimentos de funcionários, Jussara havia solicitado o fechamento do poço com cimento.

O mau cheiro foi justificado por ela com a alegação de que um gato havia morrido no lugar. Outro empregado contou que, pouco antes de sumir, o médico havia dito que não precisaria mais dos serviços dele porque estava se separando e iria morar em Recife. As informações são do site Folha PE.

1 Visitas hoje!
37 Total de visitas!

Responder

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui